Quais são os tipos de pavimento de concreto?

Compartilhe

Pavimento de concreto simples, de concreto armado ou de concreto protendido, Whitetopping… Conheça as características e aplicações de cada um.

Não é mais novidade que o pavimento de concreto é uma solução muito bem-vinda para vias urbanas e rodoviárias. Vida útil prolongada, baixo índice de manutenção e custo de implantação competitivo são apenas algumas das vantagens reconhecidas pelo mercado. E, para atender às necessidades específicas de cada obra, existem diferentes técnicas de dimensionamento e execução.

Pensando nisso, fizemos uma lista com seis tipos de pavimento de concreto. Confira!

1 – Pavimento de Concreto Simples (PCS)

O PCS é livre de armaduras estruturais. Executado em uma única camada, o concreto é dimensionado para suportar integralmente os esforços de tração na flexão.

O Pavimento de Concreto Simples pode ter diversas espessuras, que variam de projeto a projeto, considerando as características do tráfego em questão. No PCS também são executadas juntas para evitar o surgimento de fissuras provenientes do processo de retração do concreto e do carregamento causado pelo tráfego. O número e espaçamento das juntas deve ser avaliado ainda na etapa de projeto, para garantir que estas sejam eficientes e possibilitem um pavimento de qualidade.

Neste tipo de pavimento, principalmente em casos de tráfego mais pesado, em geral são utilizadas barras de transferência para auxiliar na distribuição eficiente das cargas entre as placas.

2 – Pavimento de Concreto Armado (PCA)

O Pavimento de Concreto Armado possui armaduras de aço em seu interior que melhoram a resistência à tração das placas de concreto, permitindo a execução de placas de maior área do que projetos utilizando o Pavimento de Concreto Simples.

Já no que diz respeito à espessura, o PCA pode apresentar valores menores quando comparado ao PCS, em virtude da colaboração da armadura na resistência à flexão do pavimento, sendo uma solução com potencial de reduzir o volume de concreto utilizado.

3 – Pavimento de concreto reforçado com fibras

O concreto reforçado com fibras permite que o pavimento consiga resistir aos esforços de tração na flexão, mantendo o bom desempenho e melhorando a capacidade de redistribuição das tensões, reduzindo também o risco de fissuração.

A consideração de macrofibras no dimensionamento de pisos industriais já é utilizada há anos, contudo, esta tecnologia também tem sido aplicada para a execução de pavimentos urbanos, com objetivo de contribuir com o desempenho e a durabilidade das vias.

4 – Pavimento de Concreto Continuamente Armado (PCCA)

O PCCA é um sistema utilizado há muitos anos nas rodovias norte-americanas e mais indicado para estradas com alto tráfego. No Brasil, o primeiro PCCA executado em rodovias de alto tráfego e de alta velocidade está localizado na BR-101, em Santa Catarina, e tem extensão de 136 metros.

Este tipo de pavimento se caracteriza pela presença de armadura longitudinal em toda sua extensão, além da ausência de juntas, e também possui uma ocorrência menor de fissuras se comparado ao pavimento de concreto com juntas de dilatação e barras de transferência.

5 – Pavimento de Concreto Protendido (PCPRO)

O Pavimento de Concreto Protendido é executado através de uma protensão prévia ou posterior, que permite que as placas de concreto possuam dimensões maiores e espessuras menores quando comparadas às soluções anteriormente apresentadas. Isso é possível em função da protensão realizada, que permite que o pavimento tenha uma maior resistência à tração na flexão. Uma outra característica do PCPRO é a redução no número total de juntas existentes no pavimento.

O PCPRO é executado a partir de concretos de alta resistência, cordoalhas tracionadas e armaduras convencionais. Em função da protensão, é possível obter o melhor benefício das propriedades do aço e do concreto.

6 – Whitetopping (WT)

Para finalizar a lista, falamos do Whitetopping, que consiste em uma técnica para reabilitação de pavimentos na qual o concreto de cimento Portland é aplicado diretamente sobre o pavimento danificado.

O Whitetopping já é uma técnica bastante conceituada nos Estados Unidos, e no Brasil tem sido utilizada em obras como a SC-114, em Santa Catarina, a BR-290, no Rio Grande do Sul, na Serra de São Vicente, localizada no estado de Mato Grosso, e na PRC-280, no Paraná. Esta opção tem sido aplicada também em pavimentos urbanos, como por exemplo na cidade de Colombo (PR).

O Whitetopping tem a capacidade de melhorar de forma rápida a qualidade das pistas, aumentar a capacidade de carga e ampliar de maneira definitiva a vida útil dos pavimentos. Esta solução pode ser aplicada em qualquer pavimento flexível, desde estradas e aeroportos até ruas urbanas e corredores de ônibus.

Quer entender mais sobre os benefícios do pavimento de concreto? Confira na matéria xxxx.

Aproveite e fique por dentro do universo de Pavimento de Concreto em nossa página no Linkedin

Home

Artigo

Vantagens

Sobre

Contato